quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Amigos da Natureza - Por amor aos pássaros.

Amigos da Natureza - Por amor aos pássaros.

Hoje foi dia dos amigos da natureza. Dia de colocar ninhos para os pássaros no Centro de Educação Ambiental e em algumas árvores do bosque municipal.
Senhor Cláudio Cássero é voluntário por amor ao meio ambiente e todos os dias trata os pássaros num comedouro feito por ele há alguns anos atrás.
Nossos agradecimentos a ele e aos amigos da natureza, alunos e professores do CMEI Cleudenice Merch Bonfim que puderam conversar sobre a importância da preservação das aves, cantar e ajudar ao nosso parceiro na colocação das casinhas (ninhos) feitas pelo Sr. Cáudio.

Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora de Educação Ambiental de Altônia










sábado, 27 de julho de 2019

Projeto: Meu Bairro. Eu amo! Eu cuido!

Projeto: Meu Bairro. Eu amo! Eu cuido!

Dia de retornar com os trabalhos na horta mandala comunitária no Conjunto habitacional no Projeto: Meu bairro. Eu amo! Eu cuido!
Com o solo preparado é dia do coletivo colocar a mão na terra para replantar as mudinhas de hortaliças.
Foi um sábado de aprendizado e de troca de experiências com técnico, agricultores, membros da associação do bairro, guardas mirins, famílias e educadores ambientais.

Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de Educação Ambiental





















quarta-feira, 26 de junho de 2019

Encontros e Caminhos – Recuperação de Nascente


Encontros e Caminhos – Recuperação de Nascente

Recuperação de nascente na propriedade da senhora Cristina Gonçalves na Estrada São Tomé com a participação da Guarda Mirim de Altônia que fazem parte do coletivo Educador Ambiental do município, atuando no Projeto Minha Cidade. Eu amo, eu cuido!

A atividade é uma das ações do “Programa Encontros e Caminhos”, que leva ações de sustentabilidade e promoção ambiental aos 54 municípios lindeiros ao lago de Itaipu com o objetivo de gerar o desenvolvimento sustentável, tomando como eixo a cultura da sustentabilidade e reconhecendo as boas práticas e os atores líderes que atuam no seu dia-a-dia em prol da melhoria e preservação do meio ambiente e da qualidade de vida nos 54 municípios da área de abrangência da Itaipu.

A recuperação da nascente tem o apoio da Itaipu Binacional, do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago da Itaipu, da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, do Coletivo Educador Ambiental e da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esportes e Comunicação.

Para os membros da guarda mirim, acompanhados pelo comandante Gomes, da Gestora Municipal de Educação Ambiental Janete Silva Hackl e de outros atores sociais envolvidos.
Foi algo surpreendente, pois puderam ver e aprender sobre a importância da preservação da água com a recuperação da nascente que estava assoreada e a partir deste importante trabalho votou a verter água.

Todos ficaram surpresos ao verem a água brotando do solo e jorrando na natureza!
Queremos agradecer ao Secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Lazer e Turismo Carlos Alberto Buosi pela oportunidade e pela Educação Ambiental recebida através das explicações do técnico agrícola, o senhor Paulo César Lavaque que repassou o conhecimento com muita didática, comprometimento e amor e a todos que ajudaram para que esta boa prática acontecesse no município de Altônia.

Um grande abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de Educação Ambiental de Altônia





















segunda-feira, 24 de junho de 2019

Oficina de Reciclagem - Confecção de sacolas retornáveis a partir do reaproveitamento dos de restos de jeans.

Oficina de Reciclagem - Confecção de sacolas retornáveis a partir do reaproveitamento dos de restos de jeans.

Oficina de Reciclagem com o Coletivo Educador da Associação das Mulheres Rurais de Altônia que estão sempre juntas em prol do meio ambiente e de uma boa qualidade de vida para as presentes e futuras gerações.

No dia 19/06/2.019 o coletivo Educador Ambiental comprometido com as questões socioambientais e a agroecologia se reuniram na Sala Verde/Centro de Educação Ambiental de Altônia para confeccionar sacolas retornáveis reaproveitando tecidos jeans que seriam descartados pela fábricas.

A associação se reuni e confecciona as sacolas para serem distribuídas para os consumidores na inauguração da feira dos produtores agroecológicos a ser inaugurada em breve. É uma questão de consciência e educação ambiental. As pessoas precisam se sensibilizar para o consumo e o uso consciente de sacolas retornáveis, substituindo as sacolas de plástico evitando assim o acúmulo de plástico no meio ambiente. 

A nossa atitude faz a diferença!

Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de educação Ambiental de Altônia




CULTURA PELA SUSTENTABILIDADE - "Minha Atitude Faz a Diferença”






CULTURA PELA SUSTENTABILIDADE - "Minha Atitude Faz a Diferença”

A Sala Verde Planeta Vivo e Centro de Educação Ambiental de Altônia realizou a entrega de canecas para alguns setores públicos com o objetivo de promover campanhas para mudanças de comportamento visando o desenvolvimento sustentável do território.

Esta ação é uma iniciativa do Programa de Educação Ambiental da Itaipu Binacional em parceria com o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu através do convênio Linha Ecológica: Educação Ambiental e Cultura, prefeitura e demais parceiros realizando a mobilização denominada “Campanha para formar uma Cultura pela Sustentabilidade” durante o mês de junho, marcando  as comemorações em torno do Dia Mundial do Meio Ambiente, dia 5 de junho, envolvendo os 54 municípios da Bacia do Paraná 3 e do oeste do Paraná.

 Esta ação envolveu funcionários públicos municipais dos 29 municípios da BP3 em um movimento de compromissos e responsabilidades com as questões socioambientais relacionadas à sustentabilidade local.

A “CANECA” com a frase "Minha Atitude Faz a Diferença” é uma mobilização chamada "CULTURA PELA SUSTENTABILIDADE". Essa CANECA é uma maneira de selarmos nosso comprometimento com ações efetivas e cotidianas que contribuam para um território e um mundo melhores. Cada pessoa que recebeu deve utilizá-la diariamente, deixando-a em sua mesa para contagiar outras pessoas com esta atitude consciente.

A proposta é desenvolver um trabalho de sensibilização com os funcionários que atuam em espaços públicos municipais sobre o impacto da geração de resíduos e a importância do consumo consciente para a manutenção da vida.
 O foco desta ação é a redução da utilização de copos descartáveis em espaços públicos considerando-se o impacto ambiental do uso de plásticos e aspectos econômicos no orçamento municipal a partir desta mudança.

Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de Educação Ambiental de Altônia















CONHECENDO AS BELEZAS NATURAIS DO NOSSO MUNICÍPIO


CONHECENDO AS BELEZAS NATURAIS DO NOSSO MUNICÍPIO

Educação Ambiental – Conhecer para preservar as belezas do nosso pedaço.
19/06/2019 foi dia de Educação ambiental e turismo rural com os alunos de Formação de Docentes do Colégio Estadual Malba Tahan, acompanhados das professoras, orientadora, estagiária e da gestora municipal de Educação Ambiental Janete Silva Hackl em uma visita no Sítio Faria, na Estrada Paineira II.

As atividades iniciaram com as boas vindas dos proprietários com um delicioso café da manhã. O casal falou que tudo aquilo foi conseguido com muito trabalho, dedicação e amor à terra. Os alunos e professores puderam ver de perto a plantação de café em diferentes fases de plantio, irrigação, o processo de cultivo, beneficiamento, torrefação, embalagem e comercialização. Os alunos tiveram um momento de contemplação da natureza, participaram de uma caminhada por trilha interpretativa até a maior lagoa de água doce do estado do Paraná que deixou os envolvidos encantados com tamanha beleza.

A lagoa Xambrê faz parte do Parque Nacional de Ilha Grande na cidade de Altônia PR e é considerada um berçário natural de espécies em extinção que precisa ser preservada.
Todo o trabalho foi acompanhado pela família Faria e as informações técnicas foram repassadas pelo filho Felipe que é engenheiro agrônomo e que falou sobre os processos de cultivo, irrigação e cuidados para com o meio ambiente e que ele se formou e voltou para a propriedade para colocar em prática todo o seu aprendizado, valorizando a qualidade de vida no campo em meio a natureza.

O engenheiro agrônomo Felipe aproveitou para sensibilizar e incentivar os jovens a repensarem seus valores e a  serem agricultores, que na agricultura também se consegue sobreviver e se realizar enquanto mediador da história local, da valorização do Eu e do lugar onde se vive.

O Centro de Educação Ambiental de Altônia/Sala Verde Planeta vivo agradece a colaboração da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer pelo transporte e aos professores e alunos do Colégio Estadual Malba Tahan por aceitarem fazer parte deste processo de educação ambiental do Coletivo Educador Municipal Ambiental de Altônia, pois são futuros@s professores@s e com certeza irão repassar os conhecimentos aos seus futuros alunos.

Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de Educação Ambiental de Altônia








quarta-feira, 12 de junho de 2019

AGROECOLOGIA, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL


AGROECOLOGIA, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Na quarta-feira, 12 de junho de 2.019 o Coletivo educador ambiental participou na Sala Verde, no Centro de Educação Ambiental da reunião da associação dos agricultores agroecológicos que estão atuando com a agro ecologia e iniciando com um feira de produtos cultivados pelos agricultores ecologicamente corretos. 

A reunião coordenada pelo engenheiro agrônomo Thiago De Lai que acompanha os mesmos com assistência técnica, com cursos de capacitação repassando conhecimentos, apoio e orientando os mesmos a produzir alimentos saudáveis, bem como sua comercialização, agregação de valores e a preservação do meio ambiente com todas as técnicas agroecológicas.

Este trabalho já dura um bom tempo e tem apoio da prefeitura municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura, meio Ambiente e Turismo, Itaipu Binacional e da Biolabore. Os agricultores familiares também são orientados para a entrega dos produtos para a merenda escolar.

No primeiro momento, realizaram a escolha do local para expor os produtos e falaram sobre o trabalho de levar produtos de confiança, unindo preservação ambiental e alimentação saudável. No local da feira, serão ministradas palestras sobre ecologia, alimentação saudável e outros relacionados à boa qualidade de vida.

A Sala Verde é um espaço interativo de informação sócio ambiental e junto com as mulheres da associação irão trabalhar com a reciclagem através dos restos de tecidos oriundos das fábricas de roupas na confecção de sacolas retornáveis evitando assim o uso de sacolas plásticas descartáveis.

Na ocasião, aproveitamos para falar sobre os resíduos e a importância da separação correta na área urbana e na área rural. Cada participante recebeu um panfleto com informações sobre a correta  separação, armazenamento e destinação dos resíduos.
Um abraço,
Janete Silva Hackl
Gestora Municipal de Educação Ambiental